Carne Bovina Sustentável do Pantanal Korin

Eu com os Chefs Rosana Parisi e Aimar de Paula,
O Diretor Superintendente da Kórin - Reginaldo Morikawa e o Gerente de Vendas Watanabe

Prezados Amigos e Leitores deste Blog

Tive a grata satisfação de ser convidado para o evento de lançamento da Carne Bovina Sustentável do Pantanal da Kórin.
Fui convidado pelo grande amigo de longa data, Carlos Tegani que desde 1998 fornece os produtos Kórin para minhas cozinhas e outras cozinhas de grandes amigos e renomados chefs.
Para quem já conhece a qualidade da Kórin e também da seriedade do trabalho desta empresa quando a assunto é Natureza, Sustentabilidade e manejo orgânico, não preciso falar sobre qualidade e credibilidade, para eles não é tão somente um trabalho e sim uma missão.
A Kórin é uma empresa ligada a Igreja Messiânica e uns dos dogmas da Igreja é obter alimentos puros e naturais de forma natural, então vocês não se surpreenderiam se dissesse que a Carne que provei no Jantar do Evento é maravilhosa, saborosa e suculenta...mas me surpreendi e muito.
Primeiro pelo projeto que conta com empresas sérias como a própria Kórin e WWF, mas também com a preocupação deles e da outra parceira ABPO ( Associação Brasileira de Pecuária Orgânica) que junto da EMBRAPA - Pantanal quanto a Sustentabilidade do Ecossistema e da Demoecologia (Dinâmica das Populações), Macroecologia, Ecofisiologia (Ecologia Ambiental) e Agroecologia do Pantanal e de sua população.
Segundo e não menos importante foi que as embalagens e os cortes apresentados me pareceram que o tratamento  e estudo da Kórin quanto ao aproveitamento da peça de carne em sua totalidade e sua finalidade de uso foram estupendos e extremamente bem elaborados.
Como Chef de Cozinha e açougueiro de formação ( descendo de uma família com 4 gerações de açougueiros ) sei exatamente como limpar e aproveitar uma peça e usando os produtos Kórin, nem precisarei mais me preocupar...é tirar da embalagem e mandar pra panela...rsrs
Realmente eles possuem cortes que não existiam ainda no mercado e que são de vital importância para cozinhas de grande circulação e de grande volume de produção.
Sinceramente fiquei surpreso com tudo que vi e provei...e em breve vou publicar aqui as receitas com os produtos da Kórin e verão o que estou escrevendo aqui...

Este é o site da Kórin pra que ainda não conhece e que pra nós que cuidamos de cozinhas biossutentáveis é o nosso principal parceiro...


Korin - Sua vida com mais saúde

http://www.korin.com.br/



Aqui abaixo o texto enviado pela Fernanda Silvestre, Assessora de Comunicação da Kórin que explica bem o projeto, as parcerias e os produtos :

Lançamento Oficial da Carne Bovina Sustentável do Pantanal Korin
Fernanda Silvestre

Na noite de 21 de outubro, a Korin, o WWF-Brasil e a Associação Brasileira de Pecuária Orgânica (ABPO) realizaram o lançamento oficial da carne bovina sustentável do Pantanal Korin, no buffet Kamide, no bairro do Morumbi, em São Paulo.
O lançamento marcou a parceria entre as três entidades, que possuem o objetivo de promover o desenvolvimento da produção sustentável em um dos mais importantes biomas do planeta, o Pantanal. A Korin, o WWF-Brasil e a ABPO trabalham em conjunto para promover este produto no mercado brasileiro. Mais do que um alimento diferenciado, a ideia é informar o consumidor sobre a origem da carne bovina sustentável, validando os benefícios à saúde e ao meio ambiente e, ainda, as tradições da cultura pantaneira.
Estiveram presentes no lançamento membros da direção da ABPO, WWF-Brasil e da Korin, além de representantes da EMBRAPA-Pantanal, GTPA (Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável), supermercadistas, empresários de lojas especializadas, chefs de cozinha renomados, jornalistas e representantes da Igreja Messiânica. Os convidados participaram de um coquetel e jantar especiais preparados com produtos Korin e, é claro, com a grande novidade, a carne bovina sustentável, que foi muito apreciada por todos. Os porta-vozes das três instituições parceiras proferiram suas palavras de boas-vindas e traçaram a visão de cada entidade sobre o projeto. Representando a ABPO, falou o seu vice-presidente, Nilson de Barros. O WWF-Brasil foi representado pelo coordenador do programa Cerrado & Pantanal, Julio César Sampaio e a Korin pelo diretor superintendente, Reginaldo Morikawa.
A noite marcou o fechamento de um ciclo que se iniciou em 2003, quando o WWF-Brasil, organização não governamental internacional voltada para a atuação em áreas de conservação ambiental, iniciou um trabalho no Pantanal Sul-Mato-grossense de apoio à pecuária orgânica certificada no Pantanal, que incentivou os produtores da região a se manterem nessa produção, de maneira a conservar o bioma pantaneiro e a cultura da população local.
O Brasil é o maior produtor e exportador de carne do mundo. Junto a essa enorme escala de produção, vem os impactos ambientais que há décadas degradam um dos mais importantes biomas do mundo. Nesta parceria com a ABPO, o WWF-Brasil colabora monitorando e ensinando melhores práticas de manejo aos pecuaristas e desenvolvendo parcerias com instituições chave para que o cultivo sustentável de bovinos seja mantido e desenvolvido, melhorando também a eficiência da produção. “O Pantanal é a maior área continental úmida do mundo, sendo importante para o suprimento de água e para o equilíbrio climático do planeta. É neste cenário que a pecuária bovina vem se desenvolvendo como atividade econômica há mais de 200 anos, alicerçada na cultura do homem pantaneiro, respeitando e convivendo em harmonia com a água, a fauna e a flora, onde os animais são livres para se alimentar em extensas pastagens nativas”, explica Júlio César Sampaio.
A Korin foi apresentada ao projeto em 2011, por intermédio do então responsável de área da IMMB em Campo Grande, ministro Marcos Aurélio Teixeira e, desde então, começou a desenvolver o projeto para a comercialização da carne bovina sustentável, que será apresentada aos supermercados brasileiros a partir de agora. A participação da Korin nesta parceria é fundamental, uma vez que a comercialização do produto é a única maneira de viabilizar a permanência dos produtores pantaneiros no cultivo sustentável, com foco no bem-estar dos animais e da conservação do bioma. “A promoção deste produto vai ajudar a obter resultados de conservação do Pantanal pelo aumento das áreas de produção sob manejo sustentável, com boas práticas ambientais e sociais. Outra parceria importante é com a EMBRAPA – Pantanal, que apoiará neste projeto na avaliação das fazendas através das exigências da FPS (Fazenda Pantaneira Sustentável), que comprovará para os consumidores a sustentabilidade dos sistemas produtivos das fazendas”, pontua Nilson de Barros. Desde a formação deste modelo de manejo, a área de cultivo sustentável cresceu substancialmente, saindo de 3 mil hectares em 2003 para 170 mil hectares em 2014.

A carne

Adeptos do consumo responsável e da alimentação saudável agora têm uma opção mais saudável quando consumirem carne vermelha. Oriundo de novilhas criadas soltas na região pantaneira, o produto é livre de substâncias que agridem à saúde humana como os antibióticos terapêuticos e como melhoradores de desempenho e a ureia, substância nociva derivada do petróleo utilizada nas produções convencionais como substituta à proteína necessária para a nutrição dos animais. A ração das novilhas é à base vegetal, de pastos nativos, sem agrotóxicos e adubos químicos no solo.
O resultado é um alimento mais saudável, macio e saboroso para o consumidor que tem a certeza de que está consumindo um produto que garante a preservação de um ecossistema fundamental para o equilíbrio do planeta. “Não há hoje no mercado opções saudáveis de carne vermelha, como o nosso produto. A Korin sempre teve interesse em oferecer aos seus clientes que já consomem o tradicional frango livre de antibióticos, uma carne bovina diferenciada. Realizamos um grande objetivo agora ao ampliarmos nossa linha de proteínas com um produto de padrão tão elevado”, explica Reginaldo Morikawa.
Os supermercadistas já têm demonstrado grande interesse no produto uma vez que cresce a preocupação em oferecer no mercado opções mais saudáveis de alimentos. A Korin planeja agora formatar a produção também de uma linha de produtos processados utilizando a mesma carne bovina, com produtos como hambúrguer, almôndegas, mortadela e quibe. “A carne sustentável do Pantanal inicialmente será comercializada em pontos de vendas estratégicos do varejo brasileiro para que sirvam de vitrine a outras redes e lojas. Queremos buscar crescimento de maneira sustentável, de acordo com a capacidade produtiva dos nossos parceiros”, finaliza o diretor da empresa.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas